Vivo estressada, o que fazer?

O Estresse faz parte da existência humana. É o modo como reagimos física e emocionalmente, às mudanças. Entretanto, para estar bem, você precisa controlar o seu estresse e a tensão do dia-a-dia. Nesse post você encontrará informações que o ajudarão a compreender a importância do controle do estresse, bem como dicas e orientações para planejar seu dia-a-dia de maneira a contemplar informações, atitudes e hábitos, capazes de manter e melhorar a sua saúde.


O que é Estresse?
 Estresse é a maneira como o organismo responde a qualquer estímulo – bom, ruim, real ou imaginário – que altere seu estado de equilíbrio.
 Nosso corpo busca sempre um estado de equilíbrio interno e com o meio-ambiente.
Freqüentemente, este estado de equilíbrio é alterado por estímulos (agentes estressantes) que provocam um conjunto de alterações no organismo alterações nervosas e bioquímicas que visam adaptar o organismo à nova situação e recuperar uma condição de equilíbrio.

Quais as Diferenças entre o Eustresse e o Distresse?

EUSTRESSE é o “bom” estresse, que acontece quando se está apaixonado, no reencontro de alguém que gostamos, numa surpresa agradável ou quando praticamos atividades física moderadas.

DISTRESSE é o ”mau” estresse, que representa uma situação prejudicial ao organismo, que pode ser: agudo: quando é intenso, mas por breve período, como um susto, perda de emprego, separações, entre outros. crônico: quando não é tão intenso, mas ocorre repetidamente, como a tensão no trabalho, a preocupação com dívidas que não se sabe como pagar, a dor, o frio, o calor ou esforços físicos repetidos sem intervalos adequados para recuperação do organismo.

Quais são os efeitos?
Nas pessoas-problemas de saúde e de comportamento
Nas empresas-tensão nas relações, acidentes e ineficiência
Na sociedade-aumento nos gastos com saúde e previdência

Sintomas associados ao estresse
Entre os principais sintomas do estresse, destacam-se:
*Dor de cabeça
*Dores musculares e articulares
*Insônia (dificuldade para dormir)
*Ansiedade Irritação
*Cansaço constante
*Sensação de incapacidade
*Perda de memória
*Dificuldades sexuais
*Mãos e pés frios
*Distúrbios alimentares (falta de apetite ou muito apetite)
*Distúrbios menstruais


Se você tem sentido com freqüência um ou mais desses sintomas, você pode estar passando por um período de estresse.



Técnicas simples de controle do estresse


Enfrentaremos diariamente situações de estresse e para responder a essas situações existem maneiras para reduzir ou modificar o agente estressante, como:

1-Combater a fonte de estresse (tentar resolver o problema causador do estresse);

2-Evitar as situações de estresse (evitando encontros ou situações onde o confronto é inevitável);

3-Melhorar a capacidade de tolerar o estresse, melhorando a condição física geral, tendo uma boa alimentação, buscar o apoio de amigos e familiares para dar suporte, ou com ajuda de técnicas de auto-controle e relaxamento.

4-A meditação também pode ser usada por pessoas com perfeita saúde, como um meio de reduzir o estresse.

5-Boas risadas diárias reduzem o estresse. Muitas pesquisas têm sido realizadas nessa área, em especial no que se relaciona aos neurotransmissores, secreções químicas do cérebro e algumas células nervosas, que recebem e transmitem mensagens entre si. Uma vida com menos estresse também diminui o risco de infarto. Procure transformar suas atividades diárias em algo que lhe dê satisfação.

6-Uma caminhada de 15 minutos que eleve a freqüência cardíaca até 110-120 batimentos por minuto, pode reduzir a tensão muscular, funcionando como um tranquilizante, mais eficaz que muitas drogas. Quando as atividades físicas são prazerosas (esportes recreacionais, jardinagem, caminhadas, dançar, entre outras), elas podem representar uma distração dos agentes estressores do dia-a-dia, reduzindo seus efeitos no organismo.


7-Organizar-se! Na noite anterior, ou de manhã cedinho, planeje como vai ser o seu dia. Quanto tempo vão gastar para o trabalho, para o deslocamentos, para as refeições, etc? Quanto tempo você vai dedicar para sua família? E, o mais importante: quanto tempo vai sobrar para você? É impressionante o que uma agenda e o hábito de registrar tanto compromissos como impressões do dia-a-dia podem fazer!

8-Repousar com qualidade! Cada pessoa sabe a quantidade de horas de sono que precisa diariamente, para sentir-se descansado. Respeite isso! Mas quantidade não é tudo; para repousar de verdade, o ambiente tem que ser silencioso, confortável e com iluminação adequada (o excesso de luz durante o sono prejudica a produção de certas substâncias, essenciais para o relaxamento).

9-Dar importância ao que tem importância! Admita: computadores vão travar de vez em quando, nem sempre vai ter vaga no estacionamento, meia fina “puxa fio” e fornecedores estão sempre atrasando. Prepare-se para lidar com pequenas complicações e prepare-se para não se irritar com elas. Um bom exercício para atribuir valor (e definir se vale a pena ou não “estressar-se” com algo) é pensar: “que importância vai ter isso na semana que vem?”

10-Divida suas tarefas e multiplique seu entusiasmo!!! ✓ Controle do Estresse Cultivar seus relacionamentos! Não desconte os problemas do trabalho nas pessoas queridas; por estarem mais próximas, elas freqüentemente são as vítimas do nosso mau humor. Aceite os convites dos seus amigos – e saia da toca!
Seja bom ouvinte, ofereça ajuda e saiba também dividir seus problemas. Levar-se menos a sério! Ninguém é bom em tudo o tempo todo.

11-Permita-se errar, saiba dizer não de vez em quando.

12-Adaptar-se! O mundo está mudando muito rápido? Aprenda a ser diferente! Informe-se, leia, mantenha-se atualizado. Você não precisa – nem deve – abrir mão dos seus valores, princípios, daquilo em que você acredita; mas pode – e deve – ser flexível, aberto às novidades, compreensivo e, acima de tudo, tentar tirar proveito da parte boa da modernidade para buscar o que há de mais importante: qualidade de vida!


Baixe o livro aqui


Postagens mais visitadas